O início de tudo

                

Kaká, nascido em Brasília, chegou a São Paulo ainda criança. Apaixonado por futebol, o garoto se destacava nas aulas de Educação Física do Colégio Baptista. Foi quando o professor aconselhou sua mãe, Simone, a matricular o filho em uma escolinha de futebol. Então, aos 8 anos, Kaká chegou ao São Paulo Futebol Clube, onde passou por todas as categorias até chegar ao time profissional em 2001 tornando seu sonho realidade.

            
                

Surge o ídolo

                

A estreia do Kaká como profissional pelo tricolor paulista foi na fase de classificação para as semifinais do Torneio Rio-São Paulo de 2001 contra o Botafogo. Seu primeiro gol na equipe profissional foi contra o Santos, em jogo válido pelo Campeonato Paulista. Essa era apenas a sua segunda partida oficial. Mas somente após marcar os dois gols da vitória tricolor sobre o Botafogo, naquela final do Torneio Rio-São Paulo, Kaká conseguiu ganhar a torcida são-paulina. Nesse dia, 7 de março de 2001, surgia o novo ídolo do São Paulo.

 

            
                

O retorno

                

Como é bom voltar para casa. Após 11 anos fora do Brasil, Kaká voltou para o São Paulo. Mais experiente, o craque sonhava em atuar novamente pelo clube de coração, sonho compartilhado pela torcida tricolor. Foram apenas quatro meses, mas vividos com muita intensidade. O craque reencontrou velhos amigos, fez novas amizades e teve a oportunidade de trabalhar com o técnico Muricy Ramalho.


“Muitos jogadores cresceram demais depois da chegada dele, porque ele é exemplo de atleta, por tudo que já fez, por chegar cedo, por treinar muito… Ele é uma pessoa excepcional. Sinceramente, já trabalhei com muita gente, estou muitos anos nisso, encontrar um cara assim é difícil de substituir. No campo, tudo bem, a gente até pode encontrar outras maneiras de jogar, mas ele fará falta por ser um cara que orienta dentro de campo”


Muricy Ramalho – saopaulofc.net – 30/11/2014


            
155
Total de jogos
51
Total de gols